terça-feira, 9 de outubro de 2012

- VIVENDO O NOVO DE DEUS



Quando se fala de novidade as pessoas têm reações bem interessantes. Se for um grupo de jovens e você fala das novidades nos videogames todos querem saber o que é como se compra, ou até como se copia. Moda, ninguém quer perder as últimas novidades. No setor da informática todos nós sonhamos com um computador de última geração. Com os carros então...

Quando a novidade vem de Deus, como é a sua, a minha, a nossa reação?

Infelizmente nós temos por hábito resistir às novidades que vêm de Deus. Sempre esperamos que alguém vá na nossa frente: se ficar bem pra ele pode ser que eu embarque nessa. É  bem comum no dia-a-dia da igreja nós vermos um novo ministério nascer e as pessoas ficarem esperando para ver o que vai acontecer, se tudo vai dar certo, se não vai ser um “mico” e quando a coisa acontece e tudo vai bem aí aparece um monte de gente disposta a participar.

Há uns anos atrás eu vi um grupo de meninas querendo levantar um ministério de dança numa igreja da qual fazíamos parte e convocaram todas as garotas da igreja, mas algumas disseram NÃO, “isso é mico”, pois bem, as que tiveram disposição levaram a ideia avante e no dia do aniversário da igreja, numa programação em praça pública dançaram e muitas vidas foram edificadas, abençoadas através da dança daquelas meninas. Sabe o que aconteceu na semana seguinte? Aquelas que não quiseram “pagar mico” foram ao pastor da igreja pedindo a ele que obrigasse as meninas a aceitá-las no ministério de coreografia. É assim que na maioria das vezes as pessoas reagem ao que é NOVO!
(Romanos 12:1) - ROGO-VOS, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.
(Romanos 12:2) - E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.

Nós congregamos hoje numa igreja que há pouco se tratava de uma “novidade” no meio evangélico do local; e qual foi a reação de todas as outras igrejas (não esqueça que igrejas são pessoas e não lugares)? Esconderam-se atrás do que já viviam, declararam que eram TRADICIONAIS e que nós estávamos trocando a Palavra verdadeira por um MODISMO, éramos hereges, filhos do diabo, entre outras coisas, mas hoje eles já podem perceber que Deus estava movimentando seu poder para mostrar que a grande novidade era viver o início, um grupo que se baseava na igreja primitiva, que se reunia de casa em casa.
Deus gosta de novidades, Ele quer isso para a nossa vida numa atividade cíclica, em constante renovação. Isso começa quando nós aceitamos a autoridade de Jesus Cristo nas nossas vidas!
(Romanos 6:4) - De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em NOVIDADE DE VIDA.
(Romanos 7:6) - Mas agora temos sido libertados da lei, tendo morrido para aquilo em que estávamos retidos; para que sirvamos em NOVIDADE DE ESPÍRITO, e não na velhice da letra.

Precisamos aprender algumas lições com aquilo que Deus deseja de nós em relação às suas novidades:
1 – Deus não nos criou para sermos robôs. Ele nos fez com entendimento e com inteligência e sensações para que pudéssemos buscar aprender cada vez mais e isso implica em aceitar a visão do que é novo;

2 – Dentro de nós deve haver uma constante busca do que é novo;

3 – Deus se agrada quando encontramos nEle maneiras novas e eficazes de anunciar o Evangelho;

5 – O evangelho em si quer dizer: Boa NOVA. Se é boa NOVA, é algo que é constantemente NOVO;

6 – O NOVO trás alegria:
(Lucas 2:10) - E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago NOVAS de grande alegria, que será para TODO O POVO: Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor.

7 – Deus espera que vivamos em novidade de vida!!!
(Apocalipse 21:5) - E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço NOVAS todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis.

Deseje uma unção nova, óleo novo, vinho novo, energias novas para aumentar a sua disposição em pregar o Evangelho. Não subestime a ação de Deus imaginando que o que você faz é algo pequeno ou ultrapassado, peça a Deus que derrame uma unção fresca, nova sobre a tua vida.

Jesus morreu para que nós pudéssemos viver uma vida nova, em amor, graça, união, compartilhamento, buscando ver o que está na mente de Deus e nós ficamos com a falsa ideia de que a novidade acontece somente no momento em que aceitamos a Jesus como nosso Salvador, no momento em que nos convertemos, vai eternamente além disso!
(II Corintios 5:17) -  Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.
Existem pessoas que vão procurar o novo fora da presença de Deus, e eles se tornam seguidores de tendência. A nossa tendência é seguir os sentimentos, as vontades da nossa carne e quando isso acontece nossos olhos começam a ver como novidade coisas que não agradam ao Senhor. Um exemplo claro disso está registrado na parábola do filho pródigo: há pessoas que estão na casa do Pai, com todo conforto, e condição de buscar o melhor, o mais novo, o ideal, mas resolvem que existem novidades além dos limites da casa do Pai.
(Lucas 15:18) - Levantar-me-ei, e irei ter com meu pai, e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o céu e perante ti;
(Lucas 15:19) - Já não sou digno de ser chamado teu filho; faze-me como um dos teus jornaleiros.
(Lucas 15:20) - E, levantando-se, foi para seu pai; e, quando ainda estava longe, viu-o seu pai, e se moveu de íntima compaixão e, correndo, lançou-se-lhe ao pescoço e o beijou.
(Lucas 15:21) - E o filho lhe disse: Pai, pequei contra o céu e perante ti, e já não sou digno de ser chamado teu filho.
(Lucas 15:22) - Mas o pai disse aos seus servos: Trazei depressa a melhor roupa; e vesti-lho, e ponde-lhe um anel na mão, e alparcas nos pés;
(Lucas 15:23) - E trazei o bezerro cevado, e matai-o; e comamos, e alegremo-nos;
(Lucas 15:24) - Porque este meu filho estava morto, e reviveu, tinha-se perdido, e foi achado. E começaram a alegrar-se.

Se existe algo que atrapalha o novo acontecer na nossa vida é o apego ao que é velho. É muito comum uma dona de casa guardar panos de pratos com queimaduras com pena de jogá-los fora, dizem que ainda podem ser usados e com isso deixam ter panos novos. Às vezes amamos um carro velho, cuidamos como se fosse novo, gastamos rios de dinheiro com mecânicos, dinheiro que poderia se aplicado num carro novo. Em suma: é preciso tirar o velho para que o novo venha.

Inegavelmente, reconhecer o seu próprio erro, voltar, pedir perdão e conserto trás o renovo de Deus sobre a nossa vida.
Não se prive de viver em novidade de vida, não despreze os dons que Deus tem te dado, com medo de ser um pagador de “mico”!
(Lamentações 3:22) - As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; Se renovam a cada manhã; grande é a Tua fidelidade.






Um abraço no seu coração
Fique na Graça e na Paz do Senhor Jesus
Pr William Thompson

Nenhum comentário:

- VOCÊ ESTÁ CHEIO DE QUE?

Efésios: 5: 17   Portanto, não sejais faltos de juízo, mas buscai compreender qual é à vontade do Senhor. E não vos embriagueis com vinh...