quinta-feira, 22 de agosto de 2013

- VOCÊ ACREDITA NAQUILO QUE VOCÊ PREGA?

Por Ivan Lessa



Um casal de missionários, deixa a sua terra natal para ir pregar a palavra de Deus numa aldeia indígena. Após um período, eles conseguem converter o primeiro índio, que seria de grande ajuda para a evangelização da aldeia. Passado algum tempo os missionários retornam para sua casa, deixando o primeiro índio na direção de uma igreja próspera e abençoada. Algum tempo depois, eles conseguem entrar em contato com o índio, e o convidam para conhecer a sua família e sua igreja. Ao chegar lá o índio só encontra um empregado da casa e fica sabendo que o pai da missionária havia falecido, e todos estavam no velório. Ele fica espantado:
- Como assim? Morreu? E ninguém fez nada?

O empregado acha estranho a indagação do índio e resolve levá-lo ao velório. Chegando lá, ele encontra seus pais na fé cabisbaixos. Ao verem o índio, eles se levantam e o abraçam, sem conseguir esconder a tristeza da perda.
- Nossa! E tão bom poder vê-lo novamente! E pena que você tenha chegado numa hora tão triste para nós...
- Por que? - Perguntou o índio.
- Como assim por que? Meu pai está morto! - Diz a missionária
- E vocês não fizeram nada?
- Mas fazer o que? Ele se foi! Agora descansa nos braços de Deus.
O índio, meio confuso, diz:
- Quando vocês chegaram à minha aldeia, eu achei muito estranho, pois vocês me falaram de um Deus diferente daqueles que eu conhecia. Vocês me ensinaram que Deus tem todo poder, que todas as coisas estão sujeitas a Ele, que tudo aquilo que pedirmos em Seu nome, crendo, receberemos, que não cai um fio de cabelo da cabeça do homem sem a permissão de Deus.
- Sim e verdade...
- Com vocês, eu aprendi que eu posso todas as coisas naquele que me fortalece, que o Senhor me reveste de graça e autoridade, que em Deus faremos proezas...
- Sim, mais e daí? - Pergunta o missionário, já meio impaciente.
- Na minha aldeia ninguém morre!!!
- Como é? - Pergunta em coro o casal.
- Quando alguém fica doente, nós colocamos a mão sobre a sua cabeça e repreendemos a enfermidade em nome de Jesus! E ele é curado! E se chega a hora de alguém morrer, Deus nos avisa, e nós fazemos uma grande festa de despedida pra ele, e ele vai descansar em Deus! Foi esse o Deus que vocês me apresentaram! Vocês não acreditam que ele possa fazer isso???
- Nós?? Bem...Sim...É claro que sim...Deus tem todo o poder...

Sem pensar duas vezes, o jovem índio, vira-se para o defunto põe a mão sobre sua cabeça, e ordena:
- Em nome de Jesus! Levante-se!
E aquele homem, volta a viver...
Se esse fato aconteceu realmente ou é pura ficção, não vem ao caso! O importante é:
Você acredita naquilo que você prega?
Como alguém pode acreditar em você, se nem você tem convicção naquilo que você diz?
Como você pode dizer que Deus perdoa pecados, se os seus estão encobertos, e você ainda não foi perdoado?

Como você pode dizer que Deus transforma vidas, se a sua não foi transformada, se você ainda é tão mundano quanto antes de conhecer Jesus?
Com você pode querer que alguém acredite que Jesus salva, cura e liberta, você não tem certeza da sua salvação, se você está preso ao pecado, se você é um doente espiritual?
Como você pode querer que alguém se converta a Deus, se você não é totalmente convertido?
Deus não te chamou pra viver enganado ou se enganando! Ele quer que você viva abundantemente, cheio do poder e da autoridade do Espírito de Deus! Capaz de expulsar demônios, de curar enfermos, de ressuscitar mortos! Tudo através do poder da sua palavra!
É chegado o momento em que devemos ser mais do que crentes dentro de uma igreja confortável, satisfeitos com nossos momentos de louvor e com a pregação do pastor. É hora de agir, de ser sal fora do saleiro, com convicção, com certeza de que tudo aquilo que pregamos é a mais pura verdade! Que Deus salva, cura, liberta e transforma! Pois Ele fez isso por nós primeiro!

"Convertei-vos pela minha repreensão; eis que abundantemente derramarei sobre vós o meu espírito e vos farei saber as minhas palavras". – Provérbios 1:23

Um abraço no seu coração
Fique na Graça e na Paz do Senhor Jesus
Pr. William Thomposn

Nenhum comentário: