domingo, 25 de setembro de 2016

- CISTERNAS ROTAS OU FONTES DE ÁGUAS VIVAS?

Dois males acometeram o meu povo: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas, que não retêm as águas. Jeremias 2.13

Quando deixamos de seguir ao Senhor, e não o buscamos nem perguntamos por Ele, fazemos igual ao povo de Judá que se tornou culpado de apostasia. Aquela gente “inquiriu” a outros deuses e deixou de inquirir a Yahweh. Eles perderam o costume antigo de buscar ao Senhor e substituíram essa prática pela busca de muitos cultos des povos pagãos. Os homens costumavam buscar a vontade de Yahweh através de sacerdotes que manipulavam as sortes sacras ou contemplavam as pedras hipnóticas da estola sacerdotal. Destruirei aqueles que se afastaram do Senhor. Eles deixaram de seguir o Senhor e pararam de fazer consultas a Ele”. Mais tarde, a casta profética entrou em proeminência e costumava prever o futuro e resolver problemas, de ordem pessoal ou nacional; Inquirição tornou-se um a palavra técnica para indicar o modus operandi de um culto qualquer. A nação de Judá, em seu paganismo e apostasia, mudou tanto o culto quanto a inquirição.

Isso muitos de nós estamos fazendo nos dias de hoje.

Israel abandonou a fonte perene de águas vivas, as quais transmitem vida e toda a espécie de benefícios para os que têm sede espiritual. Essa figura era de grande peso para os habitantes da Palestina, os quais tinham muita dificuldade com o suprimento básico de água para sua agricultura. O regime de chuvas não era abundante, mas no sentido espiritual havia rios de água viva disponíveis, riachos no deserto, grandes fontes de água que manavam.

Em vez dos riachos de água viva, tão abundante e generalizada, Israel apelara para cisternas rotas. A cisterna era uma espécie de tanque feito de barro, para captar as águas pluviais. O sistema era uma medida extrema em uma terra seca. Na verdade, as cisternas eram minúsculos reservatórios que quase não chegavam para o consumo de uma família. Entretanto, essas cisternas, cavadas por Israel, eram rotas, ou seja, incapazes de conter qualquer quantidade de água. Mesmo considerando o melhor, as águas retidas eram tanto estagnadas quanto existiam em pequena quantidade. As cisternas, tais como nossas modernas caixas d’água, sem dúvida eram a causa de muitas enfermidades e morte, especialmente no caso de crianças. Este versículo, nos mostra a irracionalidade, a loucura e a auto destruição nos atos de Israel, e o nós, nos dias de hoje, TEMOS TROCADO AS FONTES DE ÁGUAS VIVAS POR CISTERNAS, QUE QUASE NÃO DA PARA A NOSSA FAMÍLIA.
Voltemos ao Senhor, e deixemos que o rio que flui do Trono de Deus, passe por nossas vidas, e nunca mais teremos sede, e teremos vida, e vida em abundância.


Um abraço no seu coração
Fique na Graça e na Paz do Senhor Jesus
Pr William Thompson

Fonte: Leandro Cardoso

Nenhum comentário:

- VOCÊ ESTÁ CHEIO DE QUE?

Efésios: 5: 17   Portanto, não sejais faltos de juízo, mas buscai compreender qual é à vontade do Senhor. E não vos embriagueis com vinh...