terça-feira, 18 de agosto de 2015

- VOCÊ DECIDE: POR JESUS, É TUDO OU NADA?


E perguntou-lhe certo príncipe, dizendo: Bom Mestre, que hei de fazer para herdar a vida eterna? Jesus lhe disse: Por que me chamas bom? Ninguém há bom, senão um, que é Deus. Sabes os mandamentos: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, honra a teu pai e a tua mãe. E disse ele: Todas essas coisas tenho observado desde a minha mocidade. E quando Jesus ouviu isto, disse-lhe: Ainda te falta uma coisa; vende tudo quanto tens, reparte-o pelos pobres, e terás um tesouro no céu; vem, e segue-me. Mas, ouvindo ele isto, ficou muito triste, porque era muito rico. Lucas 18:18-23

"Chegou José d’Arimatéia, senador honrado, que também esperava o Reino de Deus, e ousadamente foi a Pilatos, e pediu o corpo de Jesus." - Marcos 15:43.


O que você tem que se possa julgar que seja muito importante para você?

Trabalho, prestígio, amigos, dinheiro, patrimônio, família, eventos (festinhas, baladas, noitadas etc.). Você abriria mão de tudo isso ou de parte disso para seguir a Jesus?

Vou te apresentar duas figuras bíblicas distintas:

Você pode ser como o jovem rico que foi ter com Jesus conforme o texto de Lucas 18:18-23:

Este moço, apesar de admirar Jesus, gostar de estar em sua companhia, de andar com Ele, tinha dificuldades para dar exclusividade ao Mestre. Os valores do mundo falavam mais alto no seu coração.

Agora, você também pode ser como José de Arimatéia que, era um homem importante e influente na sociedade judaica, era temente a Deus e esperava o Seu Reino. Certo dia ele foi impactado pelas palavras de Jesus, mas tal qual o jovem rico, ele não atendeu ao “vem e segue-me” de Cristo, ele também tinha muito a perder: prestigio, autoridade, respeito, poder. Por isso ele ficou como muitos ficam hoje, circundando Jesus. (João 19:38).

Infelizmente, vemos hoje muita gente que “gosta dos crentes”, gosta dos louvores, gosta dos programas evangélicos da tv, gosta de ir a igreja de vez em quando, mas não quer saber de compromisso, não quer sacrificar nada em sua vida em favor de Cristo. São os “amigos do evangelho”, “amigos de Jesus”, não querem ser discípulos. Mas não sabem que o verdadeiro amigo tem prazer em conhecer seu amigo melhor, em conviver com ele, em escutar seus problemas e dar bons conselhos, em enxugar as lágrimas e socorrer. Procure viver uma amizade verdadeira e íntima com Jesus, buscando servi-lo como Ele merece ser servido. Ele está disposto, só depende de você.

"Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando." - João 15:14.


Certamente em seu coração, José de Arimateia, andava preocupado, pois ele acreditava em Cristo, mas não queria correr o risco de perder tudo o que possuía. Até que um dia ele se vê diante de um dilema: Jesus é preso e levado diante do Sinédrio, onde é sumariamente julgado. O que fazer? Concordar com a maioria, manter-se neutro ou arriscar-se por Jesus? Ele vai contra a opinião dos demais e não concorda com o julgamento (Lucas 23:51). Mas é tarde demais. Jesus é condenado à morte!


Posso imaginar o desespero daquele homem, estava tão perto de Jesus, ouvia seus ensinamentos, mas tinha que se esconder, não podia dizer publicamente que o amava, não podia participar com os demais discípulos do partir do pão, da presença doce e preciosa de Jesus. Então numa tentativa de redenção ele pensa: “já que não pude servir o meu mestre em vida, vou servi-lo na Sua morte”. E ele arrisca tudo o que tem por Jesus, e ousadamente, pede a Pilatos o corpo do mestre.

Certamente ele perdeu o respeito do Sinédrio. Ele abriu mão de tudo aquilo que era importante pra ele por Jesus. Ele preferiu Jesus e botou em risco tudo o que tinha. Mas ele não poderia fazer o tempo voltar, por mais que aquela atitude fosse um ato de fé, ele ainda amargaria o arrependimento de não ter se voltado para Cristo antes.

O que você arriscaria por Jesus? O seu prestigio? Status? Poder? Dinheiro? Do que você abriria mão em nome do evangelho? Da benevolência do seu chefe? Da amizade dos caras mais “legais” da faculdade e das baladas?
Que preço você pagaria para servir a Cristo? Pense nisso.
Não espere o tempo passar, pois é muito triste lamentar-se pelo tempo perdido, imaginar como teria sido bom se você tivesse aceitado a Jesus antes, se tivesse resolvido ser um crente fiel e verdadeiro há mais tempo. Hoje é o dia, o dia em que o Espírito Santo fala ao seu coração, ouça a Sua voz.

"Portanto, como diz o Espírito Santo, se ouvirdes hoje a Sua voz, não endureçais os vossos corações," - Hebreus 3:7.

O jovem rico decidiu pelos bens materiais e sequer o seu nome foi conhecido. Já o sacrifício de José de Arimateia não foi em vão, pois ao terceiro dia Jesus ressuscitou dos mortos, e ele foi consolado pela certeza de que poderia servi-Lo, adora-Lo, e de que Jesus estaria sempre com ele. O seu sacrifício também não será em vão, Deus está te observando e Ele conhece a sinceridade do seu coração. Apresente a Ele o seu sacrifício e Ele te recompensará, conforme a medida da tua fé.



Um Abraço no seu coração!
Fique na Graça e na Paz do Senhor Jesus.
Pr William Thompson

Um comentário:

Anônimo disse...

Quem é perfeito diante de Jesus?
Jesus, sim, é perfeito!
Parabéns pela postagem! A paz!

- VOCÊ ESTÁ CHEIO DE QUE?

Efésios: 5: 17   Portanto, não sejais faltos de juízo, mas buscai compreender qual é à vontade do Senhor. E não vos embriagueis com vinh...