segunda-feira, 11 de maio de 2015

- QUERO O CORPO, MAS A CABEÇA NÃO!



Você já imaginou ter um amigo do qual você rejeita a cabeça? Estranho, não e mesmo? 
Mas eu vou explicar: eu estou falando do relacionamento humano com Cristo. Muitas pessoas estão querendo Cristo em suas vidas, mas não querem pagar o preço, querem o corpo, as benesses, mas não querem a cabeça que os guie, que lhes mostre o melhor caminho, o que deve ou não se feito ou deixado de lado. Isso é querem o corpo de Cristo, mas um corpo mutilado pelas vontades e vaidades, sem submissão, mas com uma total admiração, só isso; admiração. Numa escala de custo benefício, a pessoa só quer o benefícios e despreza os custos. 

Não sei quantos de vocês já pararam para pensar um pouco com seriedade, sobre sua vida com Deus. Tá, você pode dizer: “Sim, faço isso constantemente”. Quero saber quantos já foram confrontados com Deus e Sua verdade a ponto de que isso lhe causasse uma mudança verdadeira? E que não fosse apenas um momento emocional ou de reflexão com um fim em si mesmo. Que essas verdades custassem de forma prática e sacrificial na sua vida diária. Pare e pense!

Temos conhecido uma geração de jovens que “aceita” com alegria a graça de Deus, mas não querem ser discípulos de Jesus Cristo. Querem usufruir da salvação de Deus, mas não querem ser participantes no sofrimento de Cristo. Querem ser libertos da condenação, mas não tomam para suas vidas o “negue-se a si mesmo” (Mateus 16.24). Querem viver no céu, mas não querem viver como cidadãos do céu enquanto estão na terra (Efésios 4.1-1), tampouco querem ter o custo de anunciar a mensagem de salvação a outros.

A verdade é que muitos querem Cristo [suas bênçãos e benefícios], mas não querem viver como cristãos [obediência, renúncia e sacrifício]. Querem ser chamados filhos de Deus, mas não querem nem conhecem as implicações que isso nos leva. Tem Jesus por "bom pastor", mas não ouvem Sua voz (João 10.27).

Querem ter seus pecados perdoados, a salvação, mas não querem comprometimento nenhum com Cristo. Infelizmente uns usam a desculpa de que “sou jovem” para poder viver desenfreadamente sem postura de homem ou mulher de Deus, sem retidão, vivendo como bem lhe apraz, mas com a “garantia” de que tem a “salvação” de Cristo na sua vida. Outros, pelo intelecto, liberalismo e relativização da Bíblia acabam caindo nos mesmos erros, ou piores.

Não seja como aqueles que transformam a graça de Deus em libertinagem (Judas 1.4). Infelizmente lamento dizer que muitos destes pensam, falam e vivem de maneira insensata, inconsequente, não moldados a Cristo, e são piores do que

muitos que não se declaram cristãos.

Hoje é comum ver em nossos cultos dominicais mãos levantadas na hora das canções, pessoas que choram, se emocionam, cantam louvores, dizem mil e uma coisas naquele momento... Já disseram que suas vidas são de Cristo, que querem e pertencem a Deus, e tantas outras coisas. Mas isso não adianta de nada se não for precedido de um compromisso rigoroso ao Senhor. Ou serão meras palavras e emoções.



Por favor, não diga que Cristo é tudo na sua vida se você não dá a mínima pro que ele diz (Mateus 15.8). Não diga que Deus é tudo pra você, se você não conhece nada dos Seus atributos, não observa Seus preceitos, nem tampouco se esforça pra conhecer e obedecê-lo. Não diga que não consegue viver sem Deus se você não se dedica à comunhão com Ele. Ou se tudo isso está apenas em seu intelecto e não no seu coração. Não diga isso para a vergonha do Evangelho. (Romanos 2.24)

Não use a desculpa de que “sou jovem” para sua falta de comprometimento com a Palavra e com Deus; para colocar em seus cultos de coisas bizarras, entretenimento, coisas ridículas; para pegar coisas mundanas e encher seus cultos. Não é isso que o Senhor pede de nós, não é este o culto ao Senhor. Porque queremos dar tais coisas a Ele? Queremos fazer um culto segundo o mundo ou um culto segundo Deus? É de partir o coração quando vemos uma igreja querendo imitar o mundo para atrair jovens... E ninguém querendo imitar a Igreja. E nessa história toda, poucos são os que querem imitar a Cristo.

É triste ver pessoas que dizem ser geração radical, loucos por Jesus, adoradores extravagantes, quando dedicam tão pouco tempo em comunhão e em serviço ao Senhor, quando ainda não se humilharam diante de Deus, quando conhecem e obedecem tão pouco da Sua Palavra. Esta é a geração jovem que muitas vezes lotam os “shows gospels”, mas não estão presentes em reuniões de oração ou em culto de doutrina. Muitos destes usam a igreja como apenas ponto de “encontro da galera”, diversão, passatempo e não como casa de oração, lugar de encontrar seus irmãos para em comunhão adorarem a Deus e aprender da Sua Palavra.

É uma geração que acha que por estarem na igreja, por participarem dos cultos, por estarem no louvor, ou em algum grupo específico, por irem ao acampamento ou ao retiro, acham que está tudo bem. Não se engane com isso e converta-se ao Senhor e busque de todo coração. E queira deixar a vida de criança para viver uma vida cristã madura. Este não é um alerta apenas pra você, mas pra mim também!

Este não é um convite para que você seja uma pessoa impecável, nem tampouco para pessoas fortes demais em si mesmas. Mas um convite para pecadores como eu, que eram rebeldes contra Deus, destinados à morte eterna, mas que foram achados por Cristo e buscam uma vida transformada a ponto de que nem o pecado, nem sua fraqueza serão suficientes para lhe parar no seu comprometimento e busca por Cristo e por ser parecido com ele.

Eu sei que em meio a essa turbulência toda, em uma geração tão difícil, há também aqueles que se comprometeram em


honrar a Deus com suas vidas. Meu desejo profundo é que vocês nunca desistam, mas que sejam moldados à imagem de Cristo - no sofrimento, na provação, na perseverança, em tudo que ele passou e nos ensinou. Queira deixar seu legado no meio desta geração. Mais do que relevantes aos olhos dos outros, importa que sejamos encontrados fiéis ao nosso Senhor.

Isto não é um clamor por uma vida legalista, mas um clamor por uma vida de amor e dedicação ao Senhor!


Um abraço no seu coração
Fique na Graça e na Paz do Senhor Jesus
Pr William Thompson    


Adaptado do texto de Willy Menezes

Nenhum comentário:

- VOCÊ ESTÁ CHEIO DE QUE?

Efésios: 5: 17   Portanto, não sejais faltos de juízo, mas buscai compreender qual é à vontade do Senhor. E não vos embriagueis com vinh...