sexta-feira, 19 de setembro de 2014

- NÃO LEIA ISTO!!


O Brasil tem uma população de maioria pobre e boa parte até abaixo da linha da pobreza. Mas essa população brasileira ainda não descobriu que tem um tesouro de valor inestimável e que é cobiçado por uma minoria dominadora e que deseja desesperadamente continuar sua saga de dominação. Essa minoria dominadora passa boa parte do tempo planejando formas de aprisionar a maioria dentro das cavernas de suas próprias mazelas. Infelizmente existe uma parte dessa maioria que se conformou com a situação e se entregou aos encantos das “benesses”, dos manjares oferecidos pelos seus dominadores. Sem palavras eles dizem: - vocês não precisam trabalhar, eu vou mandar dinheiro pra vocês através de uma bolsa família, escola, botijão de gás etc. O que as duas partes não têm pensado é que tudo tem um preço e o momento certo para a cobrança.

Pois é, lembra-se do tesouro que todos temos e não nos damos conta?

Esse tesouro chama-se voto. Todos os candidatos lutam para tê-lo, tentam nos convencer que sempre fizeram e vão continuar fazendo por merecer o NOSSO voto que, é obrigatório e, teremos que entregar esse tesouro.

Preste atenção:

Não se iluda com promessas de benefícios com ares de socialismo; se o governa dá pra alguém dinheiro sem que esse alguém trabalhe para fazer jus, tenha certeza que outra pessoa está trabalhando um pouco mais para receber um pouco menos a fim de pagar as “bolsas” que alguém que não trabalha, mas está alistado nas fileiras eleitoreiras do governo, vai receber!

Vamos pensar com um pouco de lucidez. Num país onde a maior parte dos políticos é corrupta, o voto, o tesouro, muitas e muitas vezes é comprado por valores ínfimos, por dentaduras, por cidadania de estrangeiros famintos, naturalizados às pressas; se não nos conscientizarmos e tomarmos uma atitude que valorize o nosso tesouro, vamos passar mais e mais períodos de quatro anos amargando o terrível sabor do desprezo político.

A relação entre o político e os eleitores é bem próxima à relação da prostituta e seus clientes. Às vezes a prostituta é o político, às vezes o eleitor. O político, tal qual a meretriz de rua, roda sua “bolsinha”, joga charme, se exibe, usa termos de impacto, convida sutilmente, até pedir de forma escancarada que vote nele.

Quando eleitor é a meretriz ele fica a espera do “cliente” que vai pagar mais, que vai oferecer a melhor proposta: emprego, dentadura, cidadania, um cargo, ou na pior das hipóteses cinquenta Reais.

E neste jogo de prostituição o povo vai descendo a ladeira e o Brasil vai perdendo seus valores a cada quatro anos. E não são apenas valores numerários, são valores éticos, morais. Ser honesto e vergonha, sinônimo de otário. Esperto mesmo é o que vende o voto por “50 real” pra um e vota em outro. É ou não é um jogo de prostituição?

Estamos sofrendo tanto com a democracia corrompida que há quem tenha saudades da ditadura (Deus nos livre).

Do jeito que as coisas vão, ou aprendemos a focar no que melhor para o todo ou será um “salve-se quem puder” que se estenderá sempre por quatro e mais quatro anos.

Em alguns dias vamos estar frente a frente com a urna eletrônica, então peça a Deus que não permita que o iníquo governe, mas que haja alguém que esteja no centro da vontade dEle. Eu quero viver a alegria de ver meu país dirigido por um político HONESTO que não precise usar de meios inescrupulosos ou de maracutaias, que não faça do Brasil uma grande pizzaria e que o povo dessa nação possa entender de uma vez por todas que “feliz é a n ação cujo Deus é o Senhor e o povo ao qual escolheu para sua herança.” Salmo 33:12.

E algo importantíssimo: “Quando os justos governam, alegra-se o povo; mas quando o ímpio domina, o povo geme”.
Provérbios 29:2




Um abraço no seu coração
Fique na Graça e na Paz do Senhor Jesu7s
Pr. William thompson

Nenhum comentário:

- VOCÊ ESTÁ CHEIO DE QUE?

Efésios: 5: 17   Portanto, não sejais faltos de juízo, mas buscai compreender qual é à vontade do Senhor. E não vos embriagueis com vinh...