sábado, 2 de fevereiro de 2013

- SÓ FALTA A CALÇA QUADRADA




“Julgai todas as coisas, retende o que é bom”
(1ª Ts 5.21)


O discernimento é um dom proveniente de Deus, o que não significa dizer que o cristão, o converso, não tenha que exercitá-lo como uma disciplina constantemente evolutiva em sua caminhada. Muito pelo contrário, o discernimento deve ser permanentemente desenvolvido, pois é por este dom que possuímos a capacidade de percepção dos elementos salutares e os nocivos que adentram na Igreja e nos edificam ou transtornam.

O discernimento funciona como um filtro por onde os germes infectos que circulam em torno procurando invadir a Igreja são identificados, sendo barrada sua entrada.



Porém, temos um problema:

O efeito esponja!

A esponja vai absorvendo água ou qualquer líquido com sua sujeira e impureza, até chegar ao extremo de sua capacidade e no primeiro aperto espalhar seu excesso.

Este é um fenômeno muito comum em nosso universo evangélico onde as águas sujas e infectas das doutrinas exóticas e esdrúxulas encontram campo fértil e ardorosos defensores.

Sincretismos pagãos, contorcionismos teológicos, atos proféticos, “visões” vindas de fontes turvas e com propósitos duvidosos, movimentos evocativos de forças estranhas, línguas que manifestam distúrbios emocionais, doutrinas contrárias aos ensinos bíblicos sendo aplaudidas, multidões desesperadas em busca do reino deste mundo; mistura perigosa com o pior da política, mundanismo, idolatrias etc.

E milhares de crentes seguem empolgados os novos ídolos, ditos evangélicos, sem o menor pudor doutrinário.

Armada de textos descontextualizados (Não julgueis – Mt 7.1; Quem não tiver pecados – Jo 8.7), os esponjas ameaçam aqueles que detectam os falsos ensinos e apologizam em favor das Sagradas Escrituras, mas não temem abraçar o “novo” e esdrúxulo caminho quilometricamente desviado da rota de Cristo.

Algumas velhas novidades que voltaram a ostentar imensa popularidade em nosso tempo:

-Negação da cruz;

-Recusa ao estreito e espinhoso caminho;

-Descrença na existência real do inferno;

-Negação a soberania de Deus;

-Relativismo para com a Bíblia;

-Renovação do misticismo exacerbado;

-Culto a personalidade;

-Feudalismo religioso;

-Anti-Bíblia em favor das visões enfatuadas;

-Estrelismo estratosférico;

-Adoração a Mamom.

Mas, tudo é permitido desde os sorrisos plastificados, os achaques ufanos, os arroubos performáticos e a ostentação cinematográfica das conquistas ou pseudos milagres estiverem sendo caudalosamente derramados nas mídias sem fim, projetando uma imagem do que nunca foi não é e jamais será Caminho de Cristo.

Mas quem se importa?

“Quem creu em nossa pregação”

Bradava o profeta Isaias sob inspiração divina, ante o espetáculo do Servo Sofredor (Is 53.1), contrariando as expectativas de um Messias beligerante e doador de benesses ao bel-prazer do seu povo.

Há alguém que se importa?

Está tudo tão legal!

Somos tantos, e podemos até pressionar governos. Temos até um dia instituído nacionalmente, e podemos angariar recursos públicos para financiar nossos shows.

- Não é ótimo! Crente Esponja!!!!

- É sim Crentik! Rê rê rê rê rê rê rê…

Mas, Aquele que tem na mão direita as sete estrelas, de cuja boca sai uma espada afiada de dois gumes, e o rosto, brilha como o sol em sua força, diz: Conheço as tuas obras (Ap 1.16; Ap 2.2,9, 13, 19; Ap 3.1,8,15).

Vivamos nEle, o Cristo, que nos dá o discernimento e não o estado esponjoso.



Um abraço no se coração
Fique na Paz do Senhor Jesus
Pr William Thompson


Este texto foi adaptado e aplicado ao Blog Adorador Extravagante e sempre que uso um texto que não é de minha autoria coloco no rodapé que o texto  é adaptado. Este aviso é para àqueles que leem com segundas intenções e acabam fazendo comentários descabidos!

Nenhum comentário:

- VOCÊ ESTÁ CHEIO DE QUE?

Efésios: 5: 17   Portanto, não sejais faltos de juízo, mas buscai compreender qual é à vontade do Senhor. E não vos embriagueis com vinh...