segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

É MELHOR AFASTAR-SE!

Irmãos, 
Sou criticado constantemente pelo meu posicionamento em relação ao julgamento de pessoas e situações, mas, mais uma vez vamos conversar sobre o tema e espero não precisar tocar mais no assunto. Já fui criticado por diversas pessoas, inclusive pastores, que em nome do “amor” vão deixando o Corpo de Cristo manchado, inchado e tomado de pessoas indecisas, indefinidas e sem rumo, inclusive eles mesmos!
O que tenho postado na rede não é crítica, mas julgamento avalizado pelas Sagradas Escrituras de que devemos julgar tudo e reter o bem... Devemos julgar falsos mestres e falsos ensinos... Devemos julgar e refutar tudo que é doutrinariamente distorcido... 
As "críticas" não são de irmão contra irmão, mas alerta de crentes que querem permanecer no verdadeiro evangelho que Cristo ensinou.
Julgar é inescapável. A questão é se vamos julgar quem quer obedecer ou se vamos julgar quem quer desobedecer à Palavra!
"Se alguém vem ter convosco, e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem tampouco o saudeis. 11 Porque quem o saúda tem parte nas suas más obras." (2Jo 1:10).
 "1 Não julgueis, para que não sejais julgados. 2 Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós." : - Estes versos são dirigidos a um hipócrita (v. 5) que a todos julga severamente demais, mas a si mesmo em nada se julga -- os versos NÃO são dirigidos àqueles que sinceramente anseiam discernir se um mestre e seu ensino se alinham com a Palavra de Deus.
As "críticas" não são dirigidas ao verdadeiro cristão, mas a essas imundícias que são inseridas no evangelho para entreter bodes em vez de dar alimento para as ovelhas.
"... se alguém for pregar-vos outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, com razão o sofrereis." (II Coríntios 11:4).
Muitos que, fora do contexto, "piedosamente" citam "não julgueis" ou dizem que estão sendo criticados, para defenderem algo que é contra a Palavra de Deus, não vêem como são inconsistentes: na realidade, assim fazendo, eles estão julgando aqueles que simplesmente querem obedecer a Palavra de Deus quando ordena julgarmos aquilo que a contraria!

ORDENS DO SENHOR:

    . "Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; E não toqueis nada imundo, E eu vos receberei" (2Co 6:17, ou 14-18).
    . "Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te." (2Tm 3:5).
 "Mandamo-vos, porém, IRMÃOS, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo o IRMÃO que anda desordenadamente, e não segundo a tradição que de nós recebeu." (2Ts 3:6).
"E não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas, mas antes condenai-as." (Ef 5:11).
 "Examinai tudo. Retende o bem." (1Ts 5:21).
  "Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores." (Mt 7:15). 
Como poderíamos nos acautelar, conhecer esses lobos disfarçados, sem julgar???
 - Seria impossível obedecermos todas essas ordens se não testássemos e julgássemos. E não lembrássemos que nada é bom (nem, ao menos, tolerável) aos olhos de Deus se não se alinha com Sua Palavra. 

A RECOMENDAÇÃO BÍBLICA É:
"Sai dela povo meu para que não sejas participantes dos seus pecados, e não incorras nas suas pregas. Porque já os seus pecados se acumularam até ao céu, e Deus se lembrou das iniquidades dela. Tornai-lhe a dar como ela vos tem dado, retribuí-lhe em dobro conforme as suas obras; no cálice em que vos deu de beber dai-lhe a ela em dobro." (Apocalipse 18:4-6). Leia 14:8-11; 18:20; 19:2 e 20.

Um abraço no seu coração!
Fique na Graça e na Paz do Senhor Jesus
Pastor William Thompson


(Texto adaptado ao Blog Adorador Extravagante)